A pandemia tem nos ensinado a viver de forma diferente e mudou nossa relação com as pessoas e com o trabalho. Muitas empresas adotaram o trabalho à distância, confiando na tecnologia para promover a integração dos funcionários, monitorá-los e incentivá-los a progredir, reinventar e melhorar o desempenho. Na agricultura moderna, com essa mesma necessidade de acompanhamento à distância, o uso de imagens de satélite deixou de ser apenas para finalidades militares e passou a ter bastante importância no agronegócio.  

As imagens são obtidas através de sensores a bordo dos satélites, que captam a energia refletida das mais diversas coberturas terrestres, possibilitando o monitoramento da lavoura, sem o contato físico com a planta.

Compactação do solo: olhar para além das características químicas

Imagens de satélite na agricultura

Ao longo dos anos, muitos satélites foram lançados, melhorando o nível de detalhamento das imagens e aumentando a frequência com que as obtemos. Dentre os satélites que mais se destacam, está o Sentinel-2, por possuir uma resolução espacial de 10m e temporal de cinco dias. 

Para o uso na agricultura, com avaliações e interpretações adequadas, é possível identificar a variabilidade presente em uma determinada cultura agrícola. Buscando auxiliar nessa análise, é comumente usado o índice de vegetação NDVI, visto que seu cálculo indica o quão saudável está a planta.  

Esta análise, alinhada a um monitoramento a campo, torna possível a identificação de variações que comprometem a produção, como exemplo, pragas, doenças e seca. A partir disso, é possível tomar medidas corretivas com intuito de reduzir as perdas em produtividade e melhorar a alocação de insumos. 

APagri Monitora

A APagri oferece esse serviço de monitoramento da lavoura através do APagri Monitora, que possibilita realizar a análise e interpretação do NDVI dentro do sistema web. A plataforma tem a vantagem de trabalhar com até quatro mapas simultaneamente, o que facilita a investigação e torna mais clara a evolução da biomassa em uma mesma safra ou entressafras.  

Após a identificação de manchas que indicam problemas, pode-se usar o aplicativo Monitora CD (disponível para Android e IOS) para fazer as investigações a campo, navegando na lavoura e utilizando o NDVI como guia.  

 A cada inovação no mercado, é um passo que a agricultura dá em direção ao futuro, à sustentabilidade e ao uso consciente de recursos. 

Para fazer o teste de 30 dias do APagri Monitora e APagri Monitora CD cadastre-se no site ou entre em contato com um de nossos consultores pelo Brasil.  

A APagri gosta de estar no campo, seja presencialmente ou via tecnologia, e teremos muito prazer em atender você!  

*A engenheira agrícola e ambiental

Letycia Hass Blosfeld é analista de

suporte técnico da APagri,

responsável pela região do

Mato Grosso e São Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *