Passado o período inicial de adoção de tecnologias inovadoras, a Agricultura de Precisão já está presente em um vasto número de lavouras Brasil afora e continua crescendo. Mas o desenvolvimento de um bom projeto de AP está associado a um conjunto de etapas correlacionadas e dependentes entre si.

O insucesso em qualquer uma dessas etapas leva ao desperdício de recursos, à perda de tempo e a um processo de desânimo em relação à técnica que, se aplicada corretamente torna-se um pilar importante para impulsionar a produtividade na lavoura.

No entanto, com o crescimento do uso da AP, percebe-se com frequência a ocorrência de problemas que comprometem a eficiência técnica da tecnologia aplicada à correção de solos em taxa variável. Por isso, selecionamos os principais erros cometidos em cada etapa

 

1. Amostragem de solo

 

2. Laboratório

 

3. Interpretação dos dados:

 

4. Produção dos relatórios:

 

5.  Produção dos mapas de aplicação

 

6. Aplicação dos insumos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *