Vazio sanitário: é o momento de pensar na próxima safra

Amostragem de solo para fins de fertilidade certificada
10 de junho de 2021
Mapas de produtividade: importância do uso e desafios
12 de julho de 2021
Mostrar tudo

Várias regiões brasileiras estão, atualmente, em período de vazio sanitário, prática que começou a ser utilizada no Brasil em 2006 apenas no Mato Grosso, Goiás e Tocantins e, hoje, é adotado por 13 Estados. Esse período é caracterizado pela necessidade de não haver cultura ou plantas voluntárias de soja no campo para que, durante um intervalo de pelo menos 90 dias, ocorra o controle da ferrugem asiática da soja.

A ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi) é uma das doenças da soja que causam maior preocupação, devido à rapidez com que se prolifera e sua capacidade destrutiva, podendo significar danos de até 90% à lavoura.

Amostragem de solo para fins de fertilidade certificada

O vazio sanitário é uma estratégia em que o ciclo do fungo é interrompido na entressafra pela inexistência de um hospedeiro vivo para se desenvolver e proliferar, o que reduz de forma significativa a quantidade de esporos no ambiente. O resultado desse manejo vem com a redução da aplicação de fungicidas e de perdas na produtividade, consequentemente afetando o custo de produção da soja.

Com as áreas livres de cultura e o intervalo de tempo entre as safras, é o momento ideal de planejar e definir as estratégias para o próximo ano-safra. Um dos primeiros e principais passos para isso, é a análise de solo, que vai orientar o planejamento e a aquisição de novos insumos.

Com base em uma estratégia de amostragem personalizada, a APagri realiza a amostragem de solo e, a partir dela, o time de consultores produz mapas de fertilidade e recomendação especiais para cada cliente.

*Letycia Hass Blosfeld é analista de

suporte técnico da APagri em Sinop-MT,

responsável pelas regiões de

Mato Grosso e São Paulo

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *