IDT – Índice de Desenvolvimento Temporal: tecnologia na produção canavieira

Influência das condições climáticas na produção agrícola – Parte II
15 de dezembro de 2020
A eficiência dos Sistemas de Produção para altas produtividades
12 de fevereiro de 2021
Mostrar tudo

A recomendação de manejo de adubação nitrogenada é uma das ações mais importantes para ampliar a produtividade na lavoura da cana-de-açúcar. O Brasil possui terra e clima que proporcionam produção da cana em grande escala e com alto potencial. Porém, para expressar sua capacidade produtiva, a cultura canavieira necessita de atenção quanto à recomendação para um correto manejo do solo, controle de pragas e doenças. O uso da tecnologia na observação agronômica da cultura da cana-de-açúcar conta com a eficiência de uma ferramenta desenvolvida e patenteada pela APagri: o IDT – Índice de Desenvolvimento Temporal.

Como  ferramenta auxiliar do consultor agronômico, o IDT  funciona com a técnica de sensoriamento remoto, que utiliza imagens orbitais para realizar estudos da variabilidade espacial e temporal da lavoura, baseados em parâmetros de análise dos últimos três anos.

Por meio do IDT, é possível identificar as zonas de manejos dentro de um mesmo talhão, observando pontos de diferentes potenciais produtivos e aumentando, nos pontos de melhor potencial, a eficiência da adubação nitrogenada. A observação através do IDT proporciona a otimização da adubação, tendo como resultado um melhor retorno financeiro ao produtor rural.

Possíveis problemas na lavoura canavieira também podem ser identificados com o uso do IDT, ampliando as possibilidades de uma melhor tomada de decisão para a solução desses impasses.

Compactação do solo: olhar para além das características químicas

IDT – Índice de Desenvolvimento Temporal identifica variabilidade da cana no talhão

É notória a existência de variabilidade no desenvolvimento da cultura dentro de um mesmo talhão, por isso os boletins de recomendação de adubação nitrogenada da cana-de-açúcar são baseados na estimativa de produtividade da lavoura. O Nitrogênio é um dos principais nutrientes para expressar esse alto potencial produtivo canavieiro, porém trata-se de um insumo considerado de custo elevado.

De acordo com informações da Conab – Companhia Nacional de Abastecimento (agosto, 2020), a ocupação de grandes áreas de cultivo do setor de cana nos Estados de São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná e Tocantins, transforma o Brasil em um dos maiores países produtores de açúcar e etanol do mundo. Além disso, o País também se destaca na produção de energia com sustentabilidade.

APagri Monitora: tecnologia no campo é caminho sem volta

IDT é ferramenta tecnológica com patente APagri

O IDT – Índice de Desenvolvimento Temporal foi desenvolvido e patenteado pela APagri com o propósito de oferecer ao produtor de cana uma excelente ferramenta que o ajuda tanto no manejo da cultura, como em fatores financeiros que oneram o custo de produção.

O IDT é uma ferramenta que amplia a capacidade dos consultores agronômicos na análise e recomendação do manejo mais adequado do solo, proporcionando um ganho mais certeiro ao produtor rural.

Os consultores da APagri utilizam essa ferramenta em lavouras de cana-de-açúcar por todo o Brasil, colhendo excelentes resultados.

Quer conhecer melhor as funções de uso do IDT – Índice de Desenvolvimento Temporal na sua lavoura de cana? Entre em contato com a Apagri e conte com a gente.  

*Rogério Macêdo é

engenheiro agrônomo e

consultor técnico da APagri

na região de Frutal – MG.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *