Mapeamento de solos e ambientes de produção

Mapeamento de tipos de solos e classificação de ambientes de produção

A APagri oferece dois serviços estratégicos para tomada de decisão agronômica: o mapeamento de tipos de solo e a classificação de ambientes de produção.

O mapeamento de tipos de solo de uma propriedade agrícola permite otimizar o planejamento, considerando o zoneamento agrícola, com melhor alocação das culturas ou cultivares; a conservação e o preparo adequado de solos; a definição da época de plantio e de colheita; a sistematização de talhões; e o direcionamento de amostragem para fins de mapeamento de fertilidade e racionalização no uso de insumos.

Esse processo é fundamental para o sucesso da atividade, especialmente num cenário cada vez mais competitivo e de clima desafiador. Nesta perspectiva, o mapa de solos é ferramenta primordial para permitir que a cultura expresse seu potencial, resultando em produtividade e rentabilidade.

A classificação de ambientes de produção deriva do mapeamento de solos e agrupa os diferentes tipos de acordo com suas características para que sejam aplicadas as mesmas práticas de manejo a cada grupo. Isso facilita a análise e o planejamento a partir de vários fatores que compõem a formação do solo, como condições físicas, químicas, morfológicas, hídricas e climáticas, que são determinantes para o manejo agrícola.


Com essas informações, as regiões de uma lavoura são agrupadas segundo alguns componentes, resumidos em termos de profundidade do solo, textura (a proporção entre as quantidades de argila, silte e areia), fertilidade e disponibilidade de água, ilustrados em uma pirâmide.

Conhecendo o ambiente de produção é possível saber o potencial de produtividade de uma cultura num determinado local e detectar áreas onde a lavoura pode apresentar problemas. Com mais embasamento, tornam-se mais assertivas a avaliação do custo da terra e a escolha de áreas para expansão.

Existem algumas metodologias para fazer a classificação dos ambientes e muitas tinham como objetivo o planejamento apenas da cultura da cana-de-açúcar. Novas abordagens, entretanto, permitem a classificação também para outras culturas de grande relevância no cenário agrícola, como soja, milho e algodão.

É buscando oferecer um serviço completo e de excelência que a APagri, em parceria com a ESALQ/USP, dispõe do mapeamento de tipos de solo e da classificação em ambientes de produção. Entre em contato e vamos explorar juntos o potencial dessas ferramentas!

Solicite um orçamento